Follow by Email

31/08/2010

DEUSA AFRICANA IANSÃ



IANSÃ





Deusa da espada de fogo, Dona das paixões, Iansã é a Rainha dos raios, dos ciclones, furacões, tufões, vendavais. Orixá do fogo, guerreira e poderosa. Mãe dos eguns, guia dos espíritos desencarnados, Senhora dos cemitérios.

Não é muito difícil depararmo-nos com a força da Natureza denominada Iansã (ou Oyá). Convivemos com ela, diariamente.

Iansã é o vento, a brisa que alivia o calor. Iansã é também o calor, a quentura, o abafamento. É o tremular dos panos, das árvores, dos cabelos. É a lava vulcânica destruidora. Ela é o fogo, o incêndio, a devastação pelas chamas.

Oyá é o raio, a beleza deste fenômeno natural. É o seu poder. É a eletricidade. Iansã está presente no ato simples de acendermos uma lâmpada ou uma vela. Ela é o choque elétrico, a energia que gera o funcionamento de rádios, televisões, máquinas e outros aparelhos. Iansã é a energia viva, pulsante, vibrante.

Sentimos Iansã nos ventos fortes, nos deslocamentos dos objetos sem vida. Orixá da provocação e do ciúme.

Iansã também é a paixão. Paixão violenta, que corrói, que cria sentimentos de loucura, que cria desejo de possuir, o desejo sexual. É a volúpia, o clímax, o orgasmo do homem e da mulher. Ela é o desejo incontido, o sentimento mais forte que a razão. A frase “estou apaixonado” tem a presença e a regência de Iansã, que é o Orixá que faz nossos corações baterem com mais força e cria em nossas mentes os sentimentos mais profundos, abusados, ousados e desesperados. É o ciúmes doentio, a inveja suave, o fascínio enlouquecido. É a paixão, propriamente dita.

Iansã é a disputa pelo ser amado. É a falta de medo das conseqüências de um ato impensado, no campo amoroso. É até mesmo a vontade de trair, de amar livremente. Iansã rege o amor forte, violento.

Oyá é também a senhora dos espíritos dos mortos, dos eguns, como se diz no Candomblé. É ela que servirá de guia, ao lado de Obaluaê, para aquele espírito que se desprendeu do corpo. É ela que indicará o caminho a ser percorrido por aquela alma.

Iansã é a deusa dos cemitérios. Ela é a regente, juntamente com Omulu (ou Obaluaê), dos Campos Santos, pois comanda a falange dos eguns. Comanda também a falange dos Boiadeiros, encantados que são cultuados nas casas de Nação de Angola. Ela é sua rainha.

Como deus dos mortos, Iansã carrega consigo o eruxin, feito com rabo de cavalo, para impor respeito aos eguns, bem como a espada flamejante, que faz dela a guerreira do fogo.

É, sem dúvida, o Orixá mais popular e a mais querida no Candomblé.



Mitologia

Embora tenha sido esposa de Xangô, Iansã percorreu vários reinos e conviveu com vários reis. Foi paixão de Ogum, de Oxaguiam, de Exu, Conviveu e seduziu Oxossi, Logun-Edé e tentou, em vão, relacionar-se com Obaluaê. Sobre este assunto, a história conta que Iansã percorreu vários reinos usando sua inteligência, astúcia e sedução para aprender de tudo e conhecer igualmente a tudo.

Em Ire, terra de Ogum, foi a grande paixão do guerreiro. Aprendeu com ele o manuseio da espada e ganho deste o direito de usá-la. No auge da paixão Ogum , Iansã partiu, indo para Oxogbô, terra de Oxaguian. Conviveu e aprendeu o uso do escudo para se proteger de ataques inimigos, recebendo de Oxaguian o direito de usá-lo. Quando Oxaguian estava tomado pe paixão por Oyá, ela partiu.

Pelas estradas deparou-se com Exu. Com ele se relacionou e aprendeu os mistérios do fogo e da magia. No reino de Oxossi, seduziu o deus da caça, mesmo com os avisos de sua mulher, Oxum, que avisara ao marido do perigo dos encantos de Iansã. Todavia, com Oxossi, Oyá aprendeu a caçar, a tirar a pele do búfalo e se transformar naquele animal, com a ajuda da magia aprendida com Exu. Seduziu o jovem Logun-edé , filho de Oxossi e Oxum e com ele aprendeu a pescar.

Iansã partiu, então, para o reino de Obaluaê, pois queria descobrir seus mistérios e até mesmo conhecer seu rosto (conhecido apenas por Nanã – sua mãe – e Iemanjá, mãe de criação). Uma vez chegando ao reino de Obaluaê, Iansã tratou de insinuar-se:

- Como vai o Senhor das Chagas?

No que Obaluaê respondeu:

- O que Oyá quer em meu reino?

- Ser sua amiga, conhecer e aprender, somente isso. E para provar minha amizade, dançarei para você a dança dos ventos!

(Dança que, por sinal, Iansã usou para seduzir reis como Oxossi, Oxaguian e Ogum).

Durante horas Iansã dançou, sem emocionar ou, sequer, atrair a atenção de Obaluaê. Incapaz de seduzir Obaluaê, que jamais se relacionou com ninguém, Iansã então procurou apenas aprender, fosse o que fosse. Assim, dirigiu-se ao homem da palha;

- Obaluaê, com Ogum aprendi a usar a espada; com Oxaguian, o escudo; com Oxossi aprendi a caçar; com logun-edé a pescar; com Exu aprendi os mistérios do fogo. Falta-me apenas aprender algo contigo.

- Você quer aprender mesmo, Oyá? Então, ensinar-lhe como tratar dos mortos!

De inicio Iansã relutou, mas seu desejo de aprender foi mais forte e, com Obaluaê, aprendeu a conviver com os eguns e controlá-los.

Partiu, então Oyá, para o reino de Xangô. Lá, acreditava, teria o mais vaidoso dos reis e aprenderia a viver ricamente. Mas, ao chegar ao reino do deus do trovão, Iansã aprendeu muito mais que isso... aprendeu a amar verdadeiramente e com um paixão violenta, pois Xangô dividiu com ela os poderes do raio e deu a ela o seu coração.



O fogo é o elemento básico de Iansã. O fogo das paixões, o fogo a alegria, o fogo que queima. Iansã é o Orixá do fogo...

E aquele que dão uma conotação de vulgaridade a essa belíssima e importantíssima divindade africana, é digna de pena e mais digna, ainda, do perdão de Iansã.



Dados

Dia: quarta feira

Data: 4 de Dezembro

Metal: Cobre

Cor: vermelho

Parte do corpo que Iansã rege: menina dos olhos e sistema digestivo
Peixe: pintado
Frutas: manga, maçã, pitanga.
Comidas: batata doce frita, opeté (espécie de bolo) de batata doce, doce de batata, acarajé de feijão miúdo.
Guia: sete contas brancas e uma vermelha


Comida: acarajé, acassá

Arquétipo: É de pessoas audaciosas, poderosas e autoritárias, pessoas que podem ser fieis, de uma lealdade absoluta em certas circunstancias, mas que em moutros momentos, quando contrariadas em seus projetos e empreendimentos, deixam-se levar pelas manifestações da mais extrema cólera. Pessoas cujos temperamentos sensual e voluptuosos .Iansã é uma guerreira por vocação, sabe ir à luta e defender o que é seu, a batalha do dia-a-dia é a sua felicidade.

Símbolos: espada de cobre e o eru (rabo de boi ou de búfalo)

NOSSA SENHORA DE FATIMA


História
Três crianças, Lúcia de Jesus dos Santos (de 10 anos), Francisco Marto (de 9 anos) e Jacinta Marto (de 7 anos), afirmaram ter visto Nossa Senhora no dia 13 de Maio de 1917 quando apascentavam um pequeno rebanho na Cova da Iria, freguesia de Aljustrel, pertencente ao concelho de Ourém, Portugal.

Segundo relatos posteriores aos acontecimentos, por volta do meio dia, depois de rezarem o terço, as crianças teriam visto uma luz brilhante; julgando ser um relâmpago, decidiram ir-se embora, mas, logo depois, outro clarão teria iluminado o espaço. Nessa altura, teriam visto, em cima de uma pequena azinheira (onde agora se encontra a Capelinha das Aparições), uma "Senhora mais brilhante que o sol".

Segundo os testemunhos recolhidos na época, a senhora disse às três crianças que era necessário rezar muito e que aprendessem a ler. Convidou-as a voltarem ao mesmo sítio no dia 13 dos próximos cinco meses. As três crianças assistiram a outras aparições no mesmo local em 13 de junho, 13 de julho e 13 de setembro. Em agosto, a aparição ocorreu no dia 19, no sítio dos Valinhos, a uns 500 metros do lugar de Aljustrel, porque as crianças tinham sido levadas para Vila Nova de Ourém pelo administrador do Concelho no dia 13 de agosto.


A famosa "Capelinha das Aparições" em Fátima (que marca o local exacto onde Nossa Senhora apareceu aos três pastorinhos).A 13 de outubro, estando presentes na Cova da Iria cerca de 50 mil pessoas, Nossa Senhora teria dito às crianças: "Eu sou a Senhora do Rosário" e teria pedido que fizessem ali uma capela em sua honra (que atualmente é a parte central do Santuário de Fátima). Muitos dos presentes afirmaram ter observado o chamado milagre do sol, prometido às três crianças em julho e setembro. Segundo os testemunhos recolhidos na época, o sol, assemelhando-se a um disco de prata fosca, podia fitar-se sem dificuldade e girava sobre si mesmo como uma roda de fogo, parecendo precipitar-se na terra. Tal fenómeno foi testemunhado por muitas pessoas, até mesmo distantes do lugar da aparição. O relato foi publicado na imprensa por vários jornalistas que ali se deslocaram e que foram testemunhas do fenómeno. Contudo, há testemunhos de pessoas que afirmaram nada ter visto, como é o caso do escritor António Sérgio, que esteve presente no local e testemunhou que nada se passara de extraordinário com o sol, e do militante católico Domingos Pinto Coelho, que escreveu na imprensa que não vira nada de sobrenatural. Entretanto, testemunhas da época disseram que o facto não aconteceu com o sol (este ficou do mesmo tamanho) mas sim que, no lugar onde Nossa Senhora apareceu para os pastores, deu-se uma luminosidade tão intensa que ninguém conseguiu ficar com os olhos abertos, ninguém conseguiu ver Nossa Senhora, apenas os três pastores.

Posteriormente, sendo Lúcia religiosa doroteia, Nossa Senhora ter-lhe-á aparecido novamente em Espanha (10 de Dezembro de 1925 e 15 de Fevereiro de 1926, no Convento de Pontevedra, e na noite de 13 para 14 de Junho de 1929, no Convento de Tuy), pedindo a devoção dos cinco primeiros sábados (rezar o terço, meditar nos mistérios do Rosário, confessar-se e receber a Sagrada Comunhão, em reparação dos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria) e a Consagração da Rússia ao mesmo Imaculado Coração.

Anos mais tarde, Lúcia contou ainda que, entre abril e outubro de 1916, teria já aparecido um anjo aos três pastorinhos, por três vezes, duas na Loca do Cabeço e outra junto ao poço do quintal da casa de Lúcia, convidando-os à oração e penitência, e afirmando ser o "Anjo de Portugal".

Este anjo teria ensinado aos pastorinhos duas orações, conhecidas por Orações do Anjo, que entraram na piedade popular e são utilizadas sobretudo na adoração eucarística.

ERVAS MISTICAS


Uma das teorias da herbologia mística é a teoria da semelhança, que diz que Deus estampou nas plantas, pistas que ajudariam o mago a saber quais as propriedades mágicas e medicinais de determinadas plantas.


Por exemplo, a noz (julgans regia) é um fruto semelhane a um cérebro. De acordo com a "lei da semelhança" esse alimento deveria fazer bem para o cérebro. As propriedades da noz que beneficiam o cérebro foram comprovadas cientificamente. Isso fortaleceu ainda mais a teoria da semelhança. Se você não tiver certeza das propriedades medicinais de uma planta, beneficie-se apenas das propriedades mágicas, sem ingerir o vegetal.



Na magia, as nozes podem ser usadas em oferendas para beneficiar a mente. As folhas da nogueira podem ser usadas em defumações para o mesmo fim.
Descrição: Artemisia é da família da erva conhecida como absinto. Ambas pertencem a família aster. A artemísia tem muitos nomes comuns como: artemija, flor de são joão e absinto selvagem.

É natural da Europa temperada, Ásia, norte da África, mas também está presente na América do Norte onde é uma erva invasiva.




INDICAÇÂO: Combate à anemia, cólicas, debilidade do estômago, epilepsia, gastrite, diarréias, hidropisias, menstruações deficientes, icterícia, nervosismo e reumatismo.




TAMBEM CHAMADA DE ERVA DO FOGO




USO MEDICINAL

A artemísia é a principal erva do aprelho uro-genital feminino. Previne doenças, regulariza o ciclo mentrual, alivia as cólicas.

Também é empregada apa anemia, nervosismo, gastrite, nevralgia.

É uma excelente diurética, e por isso ajuda muito no funcionamento e na limpeza constante dos rins.


Para prevenção e tratamento de problemas femininos, usa-se a artemísia, com a tanchagem e o sabugueiro.




USO ENERGÉTICO




Em grego artemísia significa integridade e boa saúde.

eEla é a erva da mulher, para recompor o EU feminino, para ajudar a mulher a se integrar muito mais no seu papel, com sua maternidade e sensibilidade. É otima para mulheres que precisam ser fortes, ou que não se assumem inteiramente, pois precisam fazer numa grande parte de sua vida, papel de homens. Essas mulheres tem normalmente problemas menstruais. Tambem é conhecida desde a antiguidade por ajudar nos partos. Seu nome provem da deusa Artemis, que é a protetora dos partos.

A artemísia deve ser usada por pessoas que constantemente precisam de uma limpeza energético profunda de toxunas físicas e energéticas.

Num almanaque médico astrológico de épocas renascentistas apareceu escrito por um autor desconhecido os segredos da artemísia: " Infunde alento, ânimo e força, a quem a trouxer consigo junto do coração. Essa erva bebida num copo de vinho branco, tira logo o cansaço do caminho. E tem outra rara virtude, que o caminhante que a trouxer, sentirá muito menos ao caminhar. Estas virtudes recebe essa erva de uma estrela que os astrólogos chamam Algol."







OUTROS USOS:

* Os emplastos de artemísia no plexo-solar, limpam, energizam e dão coragem.

* Os escalda pés de artemísia evitam doenças renais.

* Ramos de artemísia presos a portas da casa evitam a entrada de inveja e qualquer energia negativa.

* As vassouras feitas com artemísia protegem o ambiente e atraem espíritos benfazejos.

* Os banhos de imersão com chá forte de artemísia, facilitam o parto e ajudam os muito nervosos, neuróticos e histéricos.




AÇAFRÃO: purificação, saúde, felicidade



ACÁCIA: proteção, contra pesadelos e proteção do sono



AIPO: poderes mentais e psíquicos



ALECRIM: limpeza e concentração, calmante, adivinhação, estudos, cura, proteção, purificação



ALFAFA: prosperidade, dinheiro, felicidade



ALFAZEMA: calmante, estudos, purificação



ALHO: saúde, proteção



ALMÍSCAR: afrodisíaco, amor ;Planeta: Vênus



AMÊNDOAS: dinheiro, prosperidade, sabedoria



AMORA: saúde, dinheiro, proteção



ANETO: sorte



ANGÉLICA: proteção, purificação, saúde, clarividência



ANIS ESTRELADO: adivinhação, purificação, sorte



ARNICA: clarividência



ARROZ: fertilidade



ARRUDA: proteção, limpeza, cura; purificação



ASSA-FÉTIDA: exorcismo, proteção



BABOSA: proteção, sorte e amor



BAMBU: realização de desejos



BARBATIMÃO: espiritualidade, purificação



BARDANA: saúde, proteção



BAUNILHA: amor, sedução



BENJOIM: negócios, exorcismo; Planeta: Vênus



BOCA DE LEÃO: proteção



BRIÔNIA: dinheiro



CALÊNDULA: proteção, solução de problemas,



CAMÉLIA: prosperidade, riqueza



CAMOMILA: dinheiro, amor, purificação



CANELA: negócios, bens materiais, amor, limpeza, energizar;

sucesso, amor, proteção



CÂNFORA: desenvolvimento psíquico; clarividência, saúde



CARDAMOMO: sedução, amor



CARDO SANTO: cura



CARVALHO: fertilidade



CASCARA SAGRADA: problemas com a justiça, dinheiro e proteção



CAVALINHA: fertilidade



CEBOLA: proteção, saúde, dinheiro



CIPRESTE: longevidade, saúde



CRAVO: negócios, forças, energizar, amor, limpeza




ERVA CIDREIRA: sucesso, amor



ERVA DOCE: proteção



EUCALIPTO: limpeza, atrair encantos, energizar, cura, saúde, proteção



FIGUEIRA: clarividência, fertilidade



FLOR DE MAÇÃ: calmante



FREIXO: adivinhação, cura, proteção, prosperidade



GENGIBRE: dinheiro e sucesso



GERGELIM: dinheiro



GINSENG: amor, realização de desejos, beleza, saúde, proteção e

poder



GIRASSOL: fertilidade



HERA: (planta não eficaz para os homens) proteção, amor, saúde



HORTELÃ: cura



JASMIM: melhorar humor, amor; calmante, cura



LARANJA: amor, dinheiro



LAVANDA: cura, amor



LÓTUS: amor



LOURO: negócios, adivinhação, proteção, força, saúde



MANJERICÃO: amor, purificação espiritual, proteção



MANDRÁGORA: fertilidade



MADRESSILVA: dinheiro



MIL FOLHAS: exorcismo, amor



MIRRA: boa sorte, espiritualidade, meditação, cura; proteção



NARCISO: cura, sorte, fertilidade



NOZ MOSCADA: adivinhação, fertilidade



OLÍBANO: cura, purificação (resina chave)



OLIVEIRA: paz, fertilidade proteção



PATCHULI: clarividência; Planeta: Vênus



PINHO: atrair encantos, fertilidade



ROSA: amor, espiritualidade, adivinhação, fertilidade



SABUGUEIRO: purificação



SÁLVIA: cura, feitiços, longevidade, sabedoria, realização de

desejos



SÂNDALO: amor, adivinhação, purificação



SANGUE DE DRAGÃO: purificação



TRIGO: fartura, dinheiro, fertilidade,



URTIGA: exorcismo, proteção, saúde



VETIVER: comando; Planeta: Vênus



VERBENA: meditação, amor



VISGO: Proteção



VIOLETA: afrodisíaco, meditação, espiritualidade

TEMPEROS MAGICOS







Essas influências se manifestam em todas as formas de vida: nos animais, nas plantas, seres humanos e até nas pedras.

Como a cozinha trabalha muito com o reino vegetal, se fizermos uma salada verde, já sabemos que teremos como dominante a influência lunar, pois todas as folhas pertencem à lua.

A fase da lua e o signo do zodíaco em que a lua se encontra quando plantamos uma erva são extremamente importantes.

A maioria das ervas deve ser plantada na Lua nova ou na crescente, e no signo de câncer, peixes ou escorpião.

São excessões:

Alho: deve-se plantar durante a lua cheia ou crescente no signo de escorpião ou sagitário.

Salsa: plantar durante a lua nova no signo de peixes, câncer, libra ou escorpião.

Sálvia: plantar durante a lua cheia no signo de peixes, escorpião ou câncer.

Valeriana: plantar durante a lua nova ou crescente no signo de gêmeos ou virgem.

Correspondências dos astros com Legumes, Ervas, Frutas, Cereais e Verduras:

Sol: Angélica, açafrão, alecrim, canela, cardamomo, cevada, couve, cravo da índia, semente de girassol, laranja, louro, manjerona, palmito, salva, tomilho e trigo.

Lua: Abóbora, alface, aveia, beldroenga, berinjela, melancia, melão, semente de papoula, pepino e repolho.

Mercúrio: Acelga, anis, camomila, cenoura, chicória, endívia, ligústica e serralha.

Vênus: Agrião, amêndoa, coentro, couve flor, espinafre, limão, maçã, melissa, rosa e verbena.

Marte: Absinto, aipo, alcachofra, alho, alho porró, artemísia, aspargo, bardana, cebola, cebolinha, favas, hortelã, manjericão, mostarda, noz moscada, pimentas, rábano, ruibarbo, taioba e urtiga.

Júpiter: Ameixa, amora, beterraba, cereja, gergilim, marmelo, morango, rabanete e trigo sarraceno.

Saturno: Arruda, comilho, funcho e salsa.

23/08/2010

METRATON




METATRON - príncipe dos Serafins
(do hebraico - rei dos Anjos) Anjos Cabalísticos
Sobre os Anjos


Anjos da categoria SERAFIM
Vehuiah
Jeliel
Sitael
Elemiah
Mahasiah
Lelahel
Achaiah
Cahethel


O anjo Metatron, príncipe dos Serafins, governa globalmente todas as forças da criação em benefício dos habitantes da Terra. Representa o poder da abundância e a supremacia. Reúne nas mãos o esplendor das sete estrelas. Seu número é 314, o mesmo da divindade Shaddai.


Anjo Metatron, luz de todos os Serafins,
Com vossa sublime proteção primordial,
ajudai-nos à quietude de nossos espiritos,
Para dar-nos forças de continuar e vencer,
sempre em nome da verdade,
Iluminai-me sempre em todos os meus caminhos

Anjo Metatron, que usai vossa luz divina, dai-me sorte,
Mantende-me sempre confiante e com fé em meus ideais
Eu estarei a vosso serviço.
Pois sou digno de de vossa proteção.

Anjo Metatron, livrai-me de todas as impurezas
Que possam me prejudicar
Peço-vos que meus sentimentos sejam sempre elevados e exaltados!
Príncipe do mundo,
Eu vos saúdo
Para que eu tenha uma existência tranquila,
E que minha vida, seja assim designada
para trabalhar repleta de amor.
Amém.



Trabalho enviado aos grupos MulherNatural e Lux e compilados por Cleusa Bechelani - Abr/2002



Fontes: Anjos Cabalisticos
Mõnica Buonfiglio

ARCANJO URIEL




O ARCANJO DOS SERVIÇOS PRESTADOS

O Arcanjo Uriel serve no Sexto Raio e Sua função consiste em proteger e colaborar com a evolução pertencente à Terra (mais ou menos dez bilhões de almas, das quais, no entanto, somente três e meio bilhões encarnam ao mesmo tempo).
O Arcanjo Uriel usa um maravilhoso manto de cor rubi-dourado, e é acompanhado por miríades de anjos. O seu complemento Divino é conhecido por vós como Donna Graça; e os membros de sua corte angélica são inumeráveis e acham-se constantemente presentes nos cárceres, hospitais, reformatórios e asilos. Onde quer que exista uma alma necessitada, lá estarão Eles.
A característica do Arcanjo Uriel é a paz. Esta deve anteceder a completa cura da alma e do corpo, ou a melhoria das condições pessoais; pois a paz é a verdadeira condutora dos Raios da cura.



O BEM-AMADO ARCANJO URIEL DIZ:

EU SOU o Espírito dos Serviços Prestados!
EU SOU o Espírito da Paz!
EU SOU o Espírito da Misericórdia!
EU SOU o Servo do Único Deus e estou perante cada um de vós como vosso Servo!
Sempre que o nome de Deus é pronunciado, audível ou silenciosamente, apareço no mesmo instante, com a abundância do Todo Poderoso Amor, com as dádivas de Cura, Fé e Poder. Elas fluirão sufucientemente sobre vós, conforme a vossa receptividade.

Eu falo às vossas consciências, aos vossos espíritos e a vossos corpos! Em nome do Único-Todo-Poderoso-Deus, que a paz esteja convosco! PAZ EM VOSSAS CONSCIÊNCIAS QUE LUTAM, PAZ EM VOSSAS MENTES AGITADAS, EM VOSSOS CORPOS CANSADOS - A PAZ DIVINA QUE TUDO ABRANGE E ESTÁ ACIMA DE TODA COMPREENSÃO HUMANA! Deixai-a penetrar AGORA em cada célula, em cada fibra de vosso ser e aliviai vossa tensão, compreendendo que estais submersos na Toda Poderosa Presença!

Viveis, vos moveis e, realmente, vosso ser está vinculado à sede da Inteligência Divina Universal. Mesmo com a divagação de vossos pensamentos, jamais podereis afastar-vos do lugar seguro que é o coração. Nada mais vos é solicitado, a não ser despertardes para esta oferenda amorosa e este refúgio seguro que é a vossa Presença Divina!

De todos os anjos que permanecem em volta da Terra, os de Lord Miguel e os meus são os que se encontram em maior número.
A nós, servidores divinos, foi concedido o grande privilégio de amparar, no Universo, os filhos e filhas de Deus que teceram, com o poder de seus próprios pensamentos e sentimentos, dolorosas experiências; e agora, desesperados, suplicam ajuda ao Altíssimo Poder. Nossas Legiões sempre respondem ao chamado e às preces das criaturas, sem distinção, do mais humilde ao mais poderoso.

A corporação angélica dos "serviços prestados" desce do Coração do Sol Central, em escala ininterrupta, atravessando o plano astral até chegar ao terrestre.

Os Veladores Silenciosos * chamam nossa atenção no mesmo instante em que se move a Chama do coração da pessoa aflita e o apelo silencioso da sua consciência: “Deus me ajude” é formulado. Neste momento são enviadas, de acordo com a necessidade, uma ou várias legiões de Anjos para levar auxílio e amparo às necessitadas emanações de vida.
Os Veladores Silenciosos das grandes cidades estão sempre em seus postos de observação, muito atentos ao mínimo lampejo emitido por uma alma, pois um SOS significa, também para as legiões celestiais, um pedido de socorro. Sempre que isso ocorre, os guias angélicos de nossa esfera selecionam os anjos habilitados a sustentar a característica do Raio que será empregado na operação de auxílio. Pela ação desse Raio, é animada a Chama do coração daquela pessoa e assim que se encontram, o benefício é atraído pelo próprio necessitado, que o recebe de acordo com a sua fé.

Existe uma Lei Cósmica imutável e irrevogável: o apelo deve proceder das oitavas onde ocorre a necessidade. Se isso não fosse uma verdade indiscutível, nós, que vivemos no Amor e na Misericórdia, já teríamos há muito tempo elevado a humanidade à Luz.

Os anjos, humildes servidores, são mensageiros do Todo-Poderoso. Eles são a encarnação da qualidade mística do Complemento Divino de minha Emanação de Vida que no reino interno é conhecido sob o nome de Donna Graça. Ela é a "Madona da Misericórdia" no reino angélico, assim como a Bem-Amada Maria representa a misericórdia no reino humano.

As Legiões de Anjos que servem conosco muitas vezes levam anjinhos em sua companhia, os quais são portadores das virtudes da fé, esperança, felicidade etc..
De início, eles não são capazes de sustentar por mais de uma hora as irradiações. Por isso, seus esforços para dispensar auxílio são muito limitados e de pouca duração. Depois que eles esvaziam seus minúsculos reservatórios de atributos no cordão de prata das criaturas desesperadas ou abatidas, retornam rapidamente aos braços e auras aconchegantes de seus protetores que os trouxeram.
Quando sua missão é executada com êxito, adquirem maior segurança e autocontrole a fim de, na próxima tarefa, poderem carregar consigo maior quota de virtudes. Através da prática dessas experiências vão crescendo e progredindo e passam a conhecer a alegria que existe “em servir”.



Considerai bem isto: sois instruídos para a Mestria! A liberdade virá quando souberdes, com a Chama do coração, dominar com segurança qualquer condição, em qualquer momento. Então sereis Mestres! Outra liberdade duradoura não existe!

Naturalmente seria bem mais fácil, nesta vida, ter sempre perto um Ser que tivesse realizado com sucesso esse aprendizado e ao qual pudésseis confiar vossos problemas para uma rápida solução.
Mas o sábio aprende as regras por esforço próprio, pois poderia ocorrer que o Instrutor não estivesse presente quando se apresentasse ao necessitado discípulo a sua grande oportunidade de resolver por si mesmo, um difícil problema.

Mostrai-Me o que se encontra em vossas auras e o que pretendeis fazer nos próximos dias. Fazei delas auras utilizáveis para nós! Lembrai-vos, lembrai-vos, , lembrai-vos, sempre, que Uriel não está mais distante de vós do que vosso próprio apelo. Nada mais é preciso senão enviardes vossos pensamentos a Deus e no mesmo instante estarei ao vosso lado. Pois EU SOU vosso amigo! EU SOU vosso servo! EU SOU vosso companheiro na luz! EU SOU Uriel, o mensageiro do Todo Poderoso.



* Os Veladores Silenciosos são dois Elementais (Aspecto feminino e Aspecto Masculino) altamente qualificados que, em Silêncio (num eterno Nirvana), guardam e sustentam o Plano Imaculado (Modelo Divino) para o Universo, Galáxia, Sistema Solar, cidade, templo. Igreja, lar etc, dependendo da sua qualificação.Eles trabalham sempre em conjunto, sendo que o Velador Silencioso emite a sua força centrípeta e a Veladora Silenciosa, a sua força centrífuga. Suas energias combinadas servem para manter o propósito para o qual foram convocados, dependendo da sua qualificação na manutenção de um Universo ou até de um humilde lar.



Quando os anjos encerram o Serviço Divino no templo Solar, e silenciam o canto e as preces, os inumeráveis assistentes são liberados pelo Hierofante e seguem, então, em direção aos quatro pontos cardeais. Todos esses grandes Seres foram sagrados pelo Bem-Amado Uriel e pela Mestra Nada, do Raio rubi-dourado. Eles inspiram à humanidade o desejo de servir. Através desses Seres recebereis a poderosa bênção do Arcanjo Uriel.
Jesus, Maria e Nada tomam parte nessas bênçãos e ireis constatar que eles também recolhem a vossa luz e energia para distribuir aos homens, onde quer que necessitem de auxílio.

19/08/2010

ARCANJO ANAEL


Sendo o regente do amor, da harmonia e da belaza, o Arcanjo Anael fa daquele que nasce neste período, um grande apaixonado. Atraente e sensual, com a sintonia positiva, promove ambiente tranqüilo em torno de si. Sua ambição decorre, principalmente do desejo de ver-se rodeado de coisas belas, luxuosas, objeto de arte, sofisticados e...por isso mesmop, caros, exigindo muito dinheiro. Está sempre correndo atrás de mais e mais. Deve cuidar de não cometer extravagância financeiras e alimentares. Importante combater a indolência. Generosos e voltados para a sociabilidade, os regidos pelo Arcanjo Anael mantêm a harmonia nos relacionametos e um numeroso e fiel círculo de amizade. É bom que cuidem de não deixar-se dominar pelo materialismo, fortalecendo suas ótimas qualidades: justiça, tolerância, espiritualidade. A intensa carga emotiva muito exige muita reflexão antes de decidir.
O otimismo em alta favorece os contatos com o público, as relações estáveis, a cooperação no trabalho.


Período do Ano:


21 de Abril à 20 de Maio



Dia da Semana:


Sexta-Feira.
Dia regido por anael, arcanjo de Vênus, que rege a harmonia, a paz, o amor. Promove tranqüilidade na família, a reconciliação de casais, o equilíbrio interior, o amor universal.


Salmos:


97 (Hebr.), para reconciliações entre casais;144 (Hebr.), para harmonia familiar, respeito entre pais e filhos;114 e 67 (Hebr.), para equilíbrio interior.



Pedra:


Quartzo rosa e turmalina rosa.

ARCANJO SAMUEL


O Arcanjo SAMUEL (Seu Complemento Divino: CÁRITAS) do Terceiro Raio da Adoração, diz: "A Chama da Adoração é uma realidade e algo muito prático. Uma intensa gratidão vem a ser uma das atividades mais exeqüíveis e pode desenvolver-se no coração, alma e espírito de uma pessoa "acorrentada". Pois ela faz um verdadeiro "tratamento" no mental e emocional; ela é uma verdadeira terapêutica para o corpo. Um puro e sincero reconhecimento à Adoração Divina isenta de egoísmo. É um afrouxamento da tensão e é uma recuperação deixar-se banhar na Graça Divina, para amá-La única e exclusivamente por Sua Vontade ou pela vontade de algum Ser Divino que representa na vida um Serviço especial. Eu apelo a cada pessoa que se encontre na depressão, na dor ou acorrentada por motivos vários, beneficiar-se com a Chama da Adoração. Sendo da mesma natureza, ela pertence ao próprio ser. Se uma pessoa, de acordo com o seu correto aproveitamento, não sentisse e nem percebesse a liberdade, o sol e os planetas não mais se moveriam nas suas rotas pré-determinadas.

APELO:

Bem-Amado Arcanjo SAMUEL, eu Vos amo e Vos abençôo. Agradeço pela Vossa abençoada assistência a mim e a toda a humanidade! Flamejai Vossa Chama Rosa de Adoração através de cada célula de meus quatro corpos inferiores. Eu apelo à Perfeição até que ela preencha todo meu ser e meu mundo! Flamejai Vossa Chama Rosa de Adoração através do meu suprimento e de minhas finanças e deixai-a expandir-se para minha merecida liberdade! Flamejai Vossa Chama Rosa de Adoração através de meus sentimentos, para ela estenda o Amor Divino, até que, em meu convívio, este sentimento contamine outras vidas! Mantende-me encerrado no Pilar da Chama Rosa do Amor, da Adoração, da Consolação e da Perfeição!

14/08/2010

ARCANJO RAFAEL


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.Ir para: navegação, pesquisa
Nota: São Rafael redireciona para este artigo. Se procura por outros significados do nome, consulte São Rafael (desambiguação).
Este artigo ou secção contém uma lista de fontes ou uma única fonte no fim do texto, mas estas não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a verificabilidade. (desde dezembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
São Rafael Arcanjo

São Rafael Arcanjo
Veneração por Toda a cristandade e islamismo
Principal templo St. Raphael's Cathedral em Dubuque, Iowa
Festa litúrgica 29 de setembro
Atribuições anjo segurando um vasilhame ou frasco; anjo caminhando com Tobias; arcanjo; rapaz carregando um peixe; rapaz com cajado
Padroeiro: Jovens; cegos; enfermidades; médicos; farmacêuticos; Iowa; anjos; amor; apaixonados; insanos; deficientes mentais; Washington; pastoras e viajantes
Portal dos Santos

Rafael (do hebraico רָפָאֵל, transl. Rāp̄āʾēl, "Deus cura"; em árabe: رافائيل; transl. Rāfāʾīl; amárico: ሩፋዔል, transl. Rāfāʾīl), também conhecido como São Rafael Arcanjo, é o nome de um arcanjo comum às religiões judaica, cristã e islâmica, responsável por executar todos os tipos de cura. Enviado por Deus para curar em Seu Nome, Rafael significa "Deus cura" em hebraico; a palavra correspondente a médico é Rophe. O cristianismo, ao derivar do judaísmo, também desenvolveu algumas concepções próprias da hierarquia e atribuições dos anjos, e o mesmo aconteceu no islamismo.
Oração
Glorioso Arcanjo São Rafael, que vos dignastes tomar a aparência de um simples viajante, para vos fazer o protetor do jovem Tobias; ensinai-nos a viver sobrenaturalmente, elevando sem cessar nossas almas, acima das coisas terrestres.

Vinde em nosso socorro no momento das tentações e ajudai-nos a afastar de nossas almas e de nossos trabalhos todas as influências do inferno.

Ensinai-nos a viver neste espírito de fé, que sabe reconhecer a misericórdia Divina em todas as provações, e as utilizar para a salvação de nossas almas.

Obtende-nos a graça que vos peço (faça o pedido), de inteira conformidade à vontade Divina, seja que ela nos conceda a cura dos nossos males, ou que recuse o que lhe pedimos.

São Rafael, guia protetor e companheiro de Tobias, dirigi-nos no caminho da salvação, preservai-nos de todo perigo e conduzi-nos ao Céu. Assim seja. (Rezar 1 Pai Nosso, uma Ave Maria e fazer o sinal da Cruz). (http://blog.cancaonova.com/fabioroniel/2007/10/10/sao-rafael-arcanjo/)

Judaico-cristãs
A Bíblia cita o Arcanjo Rafael, no Antigo Testamento, no Livro de Tobias (presente somente no cânon Católico). No capítulo 5, versículo 4 (Tb 5,4) vemos o início das aparições de Rafael ao jovem Tobias: "(…)Tendo saído, deparou-se-he o anjo Rafael, sem demonstrar, todavia, ser um anjo de Deus" Já no capítulo 6, versículo 3 (Tb 6,3), vê-se porque imagem esculpida pelos católicos mostra o arcanjo segurando um peixe. Eis que o grande peixe que tentou devorar Tobias e que o anjo lhe ordenou que o dominasse para tirar-lhe o fel, o qual, vemos(Tb 6,11) que é usado pelo arcanjo para curar o pai de Tobias devolvendo-lhe a visão.

Somente no capítulo 12 Rafael se dá a conhecer, se apresentando como anjo de Deus (Tb 12,15) "Eu sou Rafael, um dos sete santos anjos que assistem e têm acesso à majestade do Senhor".

Não é mencionado no Novo Testamento, mas a tradição o identifica como o anjo da ovelha em João 5,2. Rafael também é figura proeminente nos costumes do Judaísmo (ele é um dos três anjos que visitaram Abraão antes da destruição de Sodoma e Gomorra).

Sua festa é celebrada no dia 29 de setembro, junto com Gabriel e Miguel.

No passado era celebrado, sozinho, no dia 24 de outubro.

[editar] Islâmicas
Citado, também, no Qur'an (Corão). De acordo com a Hadith(الحديث), Israfil (árabe Rafael) é o anjo responsável por sinalizar a vinda do Juízo Final soprando a corneta (chamada Sûr) e enviando o "Sopro da Verdade". A Sûr será soprada duas vezes: da primeira virá o início do Juízo Final; da segunda, todas as almas serão chamadas a julgamento e interrogadas.

Israfil não é nomeado no Qur'an, diferentemente de Jibrail e Mikail (Gabriel e Miguel).

ARCANJO ARIEL


» Anjos Cabalísticos - ARIEL




O Anjo: Este anjo auxilia a agradecer a Deus os bens que nos envia. Facilita na descoberta de tesouros ocultos. Revela através dos sonhos os segredos da natureza e fazem encontrar objetos que desaparecem.

Influência: Quem nasce sob esta influência terá idéias geniais, pensamentos sublimes, espírito forte e sutil. Será discreto, agindo com prudência e conseguindo resolver os problemas mais difíceis, tomando decisões na hora certa. Gostará de meditar e de conhecer todas as formas para o entendimento dos segredos dos assuntos místicos e ocultos. Fará descobertas que beneficiarão a purificação do espírito, trabalhando sempre a serviço da espiritualidade, em favor de seus semelhantes. Utilizará meios tecnológicos como a informática, aparelhos radiestésicos, técnicas de transcomunicação e aura-míter, para sentir a freqüência ou a permanência dos encantados. Todo o mundo angelical estará a sua disposição, graças ao seu trabalho na Terra. Ocupará lugar de destaque na sociedade. Seu lema é: "conversando que a gente se entende"; não admite que as pessoas apelem para a irracionalidade ou para o instinto. Envolvendo-se com os problemas das pessoas que o procuram, encontra com sabedoria o caminho certo. Nunca falta com o respeito às pessoas mais experientes ou mais velhas. Todos os aspectos de sua vida estão predispostos ao triunfo. Seu raciocínio faz com que, astralmente, carregue uma coroa de ouro que significa a posse da luz intelectual. Representará o poder, a conquista e a prova de que a harmonia do homem com Deus, é essencial para se viver bem.

Profissionalmente: Poderá fazer sucesso em qualquer atividade relacionada a recursos humanos. Seu interesse pelo estudo dos minerais, principalmente cristais e botânica, abrirá seu caminho para atividades nessas áreas. Por sua beleza e sedução, poderá viver e trabalhar no meio artístico.

Anjo Contrário: Domina a falência, a indecisão, a imaturidade, o roubo e o escândalo. A pessoa sob a influência deste anjo contrário poderá ser fraco de espírito, inconseqüente e viver atormentado por atribulações espirituais.

Categoria: Virtudes
Príncipe: Raphael
Protege os dias: 04/05 - 16/07 - 27/09 - 09/12 - 20/02
Número de sorte: 14
Mês de mudança: maio
Carta do tarô: A temperança
Está presente na Terra: de 15:00 às 15:20
Salmo: 144

10/08/2010

ARCANJO GABRIEL


Gabriel (arcanjo)
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.Ir para: navegação, pesquisa
Nota: São Gabriel redireciona para este artigo; se procura por outros significados do nome, consulte Gabriel.
Anjo Gabriel

Anunciação (1475–1480), Leonardo da Vinci — Gabriel aparece à Virgem Maria.

Gabriel (em hebraico גַּבְרִיאֵל, no hebraico moderno Gavriʼel, no hebraico tiberiano Gaḇrîʼēl; em latim Gabrielus; em grego Γαβριήλ, transl. Gabriēl; em árabe جبريل, trans. Jibrīl ou جبرائيل, transl. Jibrail; todos do aramaico Gabri-el, "homem forte de Deus"[1]), também conhecido como São Gabriel Arcanjo, é, nas religiões abraâmicas, um anjo que serve como mensageiro de Deus. Aparece pela primeira vez numa menção no Livro de Daniel, na Bíblia hebraica. Em algumas tradições é tido como um dos arcanjos, noutros como anjo da morte.

Com base em duas passagens do Evangelho segundo Lucas, diversos cristãos e muçulmanos acreditam que Gabriel teria previsto os nascimentos de João Batista e Jesus. O Islã, além disso, acredita que Gabriel teria sido o meio pelo qual Deus optou por revelar o Corão a Maomé, e que através dele teria enviado uma mensagem para a os profetas revelando-lhes suas obrigações. É conhecido como o chefe dos quatro anjos favorecidos, e o espírito da verdade, e em certas crenças seria uma personificação do Espírito Santo.[2][3] Gabriel também é mencionado na fé Bahá'í, especificamente na obra mística de Bahá'u'lláh, Sete Vales.


Anjo Gabriel, por Giotto di BondoneÉ citado várias vezes na Bíblia; foi ele que anunciou ao profeta Daniel a sucessão de potências mundiais, bem como a vinda do Messias (em hebraico Mashiah, em grego, Cristo, "Ungido"). Disse o profeta: "Apareceu Gabriel da parte de Deus e me falou: dentro de setenta semanas [de anos] (70 anos x 7, ou seja, 490 anos) aparecerá o Santo dos Santos." (Daniel 9:24-26)

Ao anjo Gabriel foi confiada a missão mais alta que jamais havia sido confiada a alguém: anunciar o nascimento do Filho de Deus. Por isso, é muito admirado desde a antigüidade. O termo de apresentação quando apareceu a Zacarias para anunciar-lhe que ia ter por filho João Batista foi este: "Eu sou Gabriel, o que está na presença de Deus." (Lucas 1:19)

São Lucas disse: "Foi enviado por Deus o anjo Gabriel a uma cidade da Galiléia, a uma virgem chamada Maria, e chegando junto a ela, disse-lhe: "Salve Maria, cheia de graça, o Senhor está contigo". Ela ficou confusa, mas disse-lhe o anjo: "Não tenhas medo, Maria, porque estais na graça do Senhor. Conceberás um filho a quem porás o nome de Jesus. Ele será filho do Altíssimo e seu Reino não terá fim".

Segundo a tradição, os arcanjos são os mensageiros (em grego "angélos") de Deus das Boas Novas, nos ajudam a dar bom rumo e direção à nossa vida, nos dão compreensão e sabedoria. É a ele que recorrem os que necessitam desses dons.

Segundo a religião islâmica, foi ao anjo Gabriel que foi atribuída a revelação do Corão ao profeta Mohammad (ou Maomé), o que teria ocorrido em uma ocasião em que Mohammad orava e meditava em uma montanha em Meca. E com base nas revelações desse episódio, é que Maomé teria começado sua saga de divulgação das obras de Deus, no que viria a ser o Islamismo.

08/08/2010

ARCANJO MIGUEL




ARCANJO MIGUEL

O SENHOR DOS ANJOS

Dos sete poderosos Arcanjos, Mensageiros de Deus, o Arcanjo Miguel, o Senhor dos Anjos, é o mais conhecido; ele é o Arcanjo da fé, da proteção e da libertação do mal. Apelos infindáveis que lhe são dirigidos pelos povos daqui da Terra e suas prontas respostas fizeram com que Ele mais se aproximasse da Terra.
Seus cabelos são dourados e os olhos, azuis. Sua magnífica aparência irradia um brilho deslumbrante de confiança e fé em Deus. O Príncipe Miguel ouve, muitas vezes, as súplicas dos homens, as quais trazem dor d’alma, mental e física. Bem no início, quando os homens se encarnavam aqui na Terra, Ele resolveu acompanhá-los de livre e espontânea vontade, e ser o guardião da fé em Deus. Sua presença ou Suas Cortes Celestiais dirigem-se à Terra para estar ao lado de todos aqueles que desejarem seu auxílio.
O Templo do Príncipe Miguel está situado sobre Rocky Mountains, no Canadá. Por longo tempo, existiu no plano físico. É circular e de considerável proporção; tem quatro entradas que correspondem aos quatro pontos cardeais. Este Templo é construído de maravilhoso material dourado. Possui magníficas incrustações de safiras azuis. Sobre sua cúpula, há uma figura do Príncipe Miguel.
Ao descerem à Terra os primeiros grupos da humanidade para povoá-la, Ele foi seu guardião. Estes seres puros e inocentes incorporaram-se, ao princípio, nas proximidades das montanhas de Teton, em Wyoming, USA Séculos mais tarde, quando os seus seguidores vieram de outras estrelas e trouxeram trevas e desarmonias, o Príncipe Miguel e sua Corte de Anjos retiraram-se cada vez mais da Terra para o seu Santuário da Fé, o qual foi construído com a substância da Terra.
Deste Foco de Irradiação, Ele e Sua Legião continuaram a guardar, a proteger e a servir. Isto aconteceu antes que a humanidade começasse a perder seu vigor por motivos de caprichos, teimosia ou independência (que é sua natural herança) e perder o direito de estar em companhia dos anjos e seu guia, conviver entre eles e aceitar os seus conselhos. De todas as partes da Terra vinham, antigamente, essas pessoas para receberem os Poderosos Raios deste Grande Arcanjo, haurir novas forças para seus trabalhos particulares e encher as suas almas com uma forte fé no reino, tão divino na Terra como no Céu.
Deste Templo etérico do Arcanjo Miguel saem, incessantemente, os auxiliares e mensageiros da Proteção, da Misericórdia, Absolvição e Ajuda. O Raio do absoluto, da fé ininterrupta em Deus transpassa incessantemente os mundos mental, sentimental, etérico e físico do planeta e seu reino de desenvolvimento. Em seus corpos mais sutis ou tênues, à noite, são muitas as pessoas que vão a este Templo, ou seja: as que desejam libertar-se de qualquer criação humana, de doenças, males d’alma e de toda limitação e barreira humanas. Ali, elas encontram novo ânimo ou nova força para continuarem a missão que escolheram ao virem Servir na Terra.
Quando, conscientemente, se apela ao Arcanjo Miguel e sua Legião, esta súplica é atendida prontamente e distribuído o socorro em cada necessidade que oprime e enfraquece. Algumas destas opressões ou tormentos, ou sugestões das massas, são aglomerações de energias acumuladas. Um indivíduo sozinho, às vezes, é apanhado e fascinado por estas sugestões da massas ou ele mesmo cultiva estes pensamentos e sentimentos, mas não possui suficientes forças espirituais, sabedoria e ânimo para se desvencilhar; mas quando ele apelar ao Arcanjo Miguel por socorro, por secionar aquelas forças e libertá-lo delas, então, virá prestar-lhe auxílio o Arcanjo com Suas Legiões. É necessário, para isto, o vosso apelo consciente; se este apelo for sincero, então, ele trará, sempre, resultado.
As pessoas que passam pela chamada "morte" levam consigo todas as suas imperfeitas tendências, maus costumes no pensar e no sentir. Vosso chamado ao Arcanjo Miguel libertará estas pessoas de suas cargas, de modo que no plano astral poderão freqüentar uma escola superior.
Todo o que ler ou ouvir falar sobre este ensinamento será consideravelmente ajudado, se à noite, ao adormecer, dirigir a sua atenção ao TEMPLO DA FÉ E DA PROTEÇÃO e apelar ao Arcanjo Miguel, para que o defenda de toda causa e gérmen, de todos os seus sofrimentos, limitações e grilhões. Assim o poder da luz poderá penetrar em vosso mundo mais rapidamente e trazer a vós a perfeição que vosso coração almeja.

O BEM-AMADO ARCANJO MIGUEL DIZ:

"Queridos amigos - a qualquer tempo e em qualquer lugar - neste ou em outro Planeta do Sistema ou em uma esfera interior - em algum dia, cada criação de seres de inteligência, seus raciocínios, seus sentimentos e suas mentes deverão ser entregues a Deus! É nosso trabalho o servir como defensor da Fé - manter viva no coração humano a fé em Deus; a fé em sua própria determinação divina que deverá elevá-lo sobre a limitação na qual submergiu. Para reforçar e expandir esta FÉ por entre a humanidade, as Legiões de Meu Reino avivam constantemente a Luz da Alma. Neste procedimento de se acender, momentaneamente, a chama, e ao inspirar nossa Fé, damos sempre algo de Nós mesmos, de Nosso próprio Ser. Assim, ajudamos os homens a "perseverar na perseverança".



APELO:

"Em nome da Divina Presença que "Eu Sou" e da Divina Presença de toda a humanidade, nós apelamos Vossa Presença, BEM-AMADO ARCANJO MIGUEL E LEGIÕES DE LUZES, secionar-nos de toda criação humana, em nós, através de nós e em torno de nós e também aos que são contra nós - de todo hábito e tendências imperfeitas! Substituí essas dissonâncias pela Pureza, Harmonia e Perfeição dos Mestres Ascensionados!
ACEITAI OS NOSSOS QUERIDOS, quando o véu da "morte" os transpassar e LIBERTAI-OS de suas criações humanas, guiai-os ao Templo do Reino Interior que, para eles, já está preparado e ajudai-os para que façam sua ascensão o mais depressa possível. AJUDAI-NOS E SECIONAI toda e qualquer tendência maléfica, de toda vida de nossa cidade, de nosso país e do mundo; CARREGAI TODA HUMANIDADE com vossa fé e misericórdia divinas e conscientizai-a a esforçar-se, realizando o seu Plano Divino! Nós vos agradecemos".

NOSSA SENHORA DESATADORA DOS NÓS


Nossa Senhora Desatadora dos Nós é apenas um entre os 2.000 títulos de Maria. Ela nasceu na Alemanha, em 1700, como Maria Knotenlöserin (do alemão knot, “nó”, e löser, “desatar”). Na época, o presbítero da capela de St. Peter Am Perlach, na cidade de Augsburg, encomendou ao pintor Johann Schmittdner um quadro de Nossa Senhora. Para compor o painel foi buscar inspiração nos dizeres de Santo Irineu, Bispo de Lyon, no Século III: “Eva atou o nó da desgraça para o gênero humano; Maria por sua obediência o desatou”.

Maria é representada como a Imaculada Conceição e encontra-se entre o céu e a terra. O Espírito Santo derrama sua luzes sobre a Virgem. Em sua cabeça vemos 12 estrelas. Um dos anjos entrega-lhe uma faixa com nós grandes e pequenos, separados e juntos. Estes nós simbolizam o pecado original e nossos pecados cotidianos, que impedem de a graça frutificar em nossas vidas. Na parte inferior do quadro vemos que a faixa cai livremente e que um nó está desatado. Há um anjo, um homem e um cachorro que dirigem-se à uma igreja. Parece ser uma referência ao livro de Tobias (6,13) onde este empreende uma longa e penosa viagem quando conhece Sara que já casara sete vezes e que na noite de núpcias seus maridos morriam devido a um demônio que dela se enamorara. Tobias casa-se com ela e volta à casa de seu pai. Isto significa que há de se desatar primeiro os nós para que dois corações venham se encontrar.

Assim, Nossa Senhora Desatadora dos Nós é invocada como aquela que nos ajuda a tirar todos os males de aflições que nos escravizam e nos tornam infelizes e pessimistas, dando-nos a verdadeira liberdade que só seu Filho Nosso Senhor Jesus Cristo pode nos dar.

A pintura não demorou a se tornar objeto de culto dentro dos limites de Augsburg e depois se espalhando pelo mundo.

Uma cópia desta pintura é venerada em Buenos Aires, Argentina, para onde foi levada pelo bispo Dom Bergoglio. Maria é representada como a Imaculada Conceição.

•Sincretismo da N. Sra. Desatadora dos Nós: Não há.
•Devoção da N. Sra. Desatadora dos Nós: Invocada em casos de desespero e necessidades (saúde, emprego, Reconciliação conjugal, dívidas, ETC).
•Data Comemorativa: 15 de Agosto.

05/08/2010

SÃO JOSE TRABALHADOR







São José trabalhador
Leão XIII quis intervir, com palavras claras e corajosas, na condição dos operários, e ele manifestou sua solicitude pelos pobres (Cf. Quamquam pluries, 1889). Uma prova concreta desse amor é justamente a encíclica posterior, Rerum Novarum, que, segundo João Paulo II, é um “documento imortal”, “uma data de grande importância no presente período da história da Igreja e também do meu pontificado. [...] ; pode-se dizer que o destino histórico de Rerum Novarum foi ritmado por outros documentos, que atraíam a atenção sobre ela e ao mesmo tempo a atualizavam.” (João Paulo II, centesimus annus 1).


José, de origem real, trabalhava de suas mãos


[…] Ora, o ponto de referência é o mistério da encarnação, que pões em relevo a dignidade do trabalho através daquele que o exerce, e no caso de são José, ele mesmo sobre o exemplo do Filho [...]. Leão XIII escreveu: “José, de origem real, unido em matrimônio com a sublime e a mais santa das mulheres, e pai putativo do Filho de Deus, passa, entretanto, sua vida ao trabalho, e pela sua obra e sua arte, ele obtém o necessário para a subsistência dos seus. [...[ O trabalho do operário, longe de ser desonrado, pode, ao contrário, quando a virtude aí está associada, ser altamente enobrecedor.” (Leão XIII, Quamquam pluries, 1889). “Jesus, ele o Filho de Deus e Deus ele próprio, quis ser visto e considerado como filho de um artesão, e melhor, ele não se negou de passar uma grande parte da sua vida ao trabalho manual. ‘não é este o carpinteiro, o filho de Maria?’ (Mc 6,3). “ (Leão XIII, Rerum Novarum, 1891)


A encíclica Centesimus Annus, na data de … são José Trabalhador


[…] Entre as múltiplas celebrações do centenário de “Centesimus Annus” (1991), em todo o mundo, não seria fácil encontrar a lembrança da figura e da missão de são José. Ele não é, todavia, estranho, nem ao pensamento de Leão XIII nem ao de João Paulo II, que quis datar sua encíclica sobre o trabalho não do dia 15 de maio, como “rerum Novarum”, mas sim de 1º de maio, memória de são José trabalhador. E se compreende o porquê.


(San Giuseppe nel mistero di Dio, Piemme 1992, p. 202-206)