Follow by Email

18/11/2010

DEUSA SAKTI



A palavra sânscrita “shakti” ou "sakti", significa “poder”, ou “força”, mas não no seu sentido de violência ou agressão, mas de qualidade. Shakti é tal como uma musa inspiradora, ou a contra-parte dos deuses, tais como Parvati, Lakshmi e Saraswati, sendo referidas como as Shakti dos deuses.

Shakti é, também, o nome da Grande Mãe, ou Devi (Durga) como é conhecida. A adoração de Shakti ou da Mãe Divina é uma forma bastante tradicional no moderno Hinduismo, e pode, ainda que com restrições, ser comparada a adoração da Santa Virgem dos Católicos. De fato, junto com a adoração de Siva, e Vishnu, bem como dos Smarta Hindus, a adoração de Shakti é muito popular na Índia.

Shakti, também, aparece predominantemente nos ensinamentos sobre Kundalini (o poder adormecido nas pessoas) e no Tantra.

2. Shakti e relações filosóficas
Shakti ou Sakti é um título do Tantra para a Deusa Devi, sendo a consorte de Deus (as vezes comparada a deusa da mitologia grega, Psique; Anima dos romanos, e Sophia dos gnósticos dos primeiros séculos, além de Shekina na Kabala). O psicólogo Jung disse que ela é a figura “Minha alma dama”.

A expressão sânscrita “sakti” é traduzida como “energia cósmica”; implicando: poder, habilidade, capacidade, força; proeza, régio poder; poder gerador; poder poético; genialidade; o poder ou significado de uma palavra ou termo; o poder inerente em uma causa que produz, necessariamente, um efeito, etc. S/hakti, é, também, o órgão sexual feminino; sakti é o poder ativo de uma deidade, sendo respeitado mitológica e espiritualmente, como a deusa-rainha. Os escritos Tantra dizem que Sakti é “... o princípio feminino que antecede e inclui o pricípio masculino... Sakti é o princípo da Divindade SupreMA

3. Energia feminina
A doutrina do Tantra estipula que as mulheres são a representação de Sakti. Os sábios consideram as mulheres idosas com grande estima, e as chamam Saktis; maltratar uma mulher é considerado um crime. Um sinônimo tântrico para mulher é Shaktiman “mente de Sakti”, ou “possuidor de Sakti”.

Para um Hindu, Sakti é um poder eterno e supremo, descrito de muitas maneiras, como a substância que a tudo impregna, etc. O significado védico de Sakti é “energia”. No Hinduismo, Sakti é um termo para a manifestação do princípio criativo. Por conseguinte, o conceito de Sakti é derivado de uma antigo passado, e de muitos séculos atrás. O conceito de poder supremo feminino, uma mãe, um útero, e genitais, não se encontra nas chamadas escritas onde predominam princípios patriarcais dos assim chamados “arianos”, mas aparece como sendo respeitado pelas castas mais elevadas, de tempos pré-históricos do culto às mães, do primitivos povos do subcontinente.

Um Sakti, também, é o espírito de uma esposa, ou o anjo guardião, quem se encarna numa esposa terrena, numa dama ou prostituta, ou numa figura sobrenatural

DEUSA SULIS


Sulis é a Deusa da Cura dos Celtas. A deusa das águas termais e curativas. Seu antigo altar e fonte ficavam em Bath, na Inglaterra.



Essa cidade, Bath é descrita como “a que foi construída em local nobre e melhor de toda a Inglaterra.” Sua provável fundação ocorreu 863 anos antes de Cristo, a mando do rei Celta Bladud. Com a ocupação romana, depois de Cristo, as fontes termais ganharam visibilidade. Imensas piscinas públicas tornaram-se área de lazer e local de reuniões e negócios.


Como a cidade havia sido ocupada pelos romanos, era natural que seus deuses também a ocupassem. Minerva foi a deusa associada às águas curativas que teriam o poder de debelar doenças, assim como a Deusa Sulis à época Celta.


Sulis era uma deusa solar cuja representação era uma mulher madura vestindo um manto de pele de urso, com uma coruja a seus pés.


Em 1692 a Rainha Ane se interessou pelas Águas Sulis e a tornou um lugar da moda. Hoje, pode-se dizer que é uma cidade SPA, a única da Inglaterra a ter fontes naturais de águas termais minerais. A temperatura dessas águas é de 46ºC.

Se você não tem condições de ir até as Águas Sulis se beneficiar do seu poder curativo, a mentalize quando estiver tomando um banho bem quente. E se puder, use no banho 7 gotas de óleo de alguma essência que tenha mais a ver com o seu desejo. Veja algumas dicas:

13/11/2010

DEUSA INDIANA DURGA






A Divindade Durga é uma protetora natural dos signos de Virgem e Peixes.

A deusa Durga representa a força do ser supremo que preserva o belo, a harmonia, a ordem. Ela também é a mestra e facilitadora do aprimorar dos ensinamentos, e conhecimentos básicos para se viver na Terra. A palavra sânscrita durga significa: força ou o lugar protegido, difícil de ser alcançado.

Durga, também chamada de divina mãe, protege da ação dos demônios e da miséria. Ela destrói as forças do mal como inveja, ira e orgulho.

Sua adoração é muito popular entre os hindus. Ela é chamada de muitos outros nomes, como Parvati, Ambika e Kali. Na forma de Parvati, ela é conhecida como a divina esposa do deus Shiva e a mãe de seus filhos, Ganesha e Karttikeya.

Quando Mahishashura, o búfalo demônio, ameaçava destruir o mundo, os Devas que tinham os poderes de detê-lo juntaram seus poderes (Shakti), e criaram Devi Durga, que com sucesso colocou o demônio no seu lugar. Durga é a protetora de lei do belo e da ordem (Dharma), e a luz do mal.

Durga está identificada próximo com Shakti, e, como tal, é a contra-forma feminina de Shiva. Ela é a guardiã protetora sempre atenta, tanto feroz como doce no amor. Ela possui dez braços, três olhos, e monta um leão ou um tigre.

O Durga Puja é celebrado em toda a Índia como um dos mais importantes festivais.


Simbolismos associados à figura de Durga:

Durga veste roupas vermelhas. A cor vermelha simboliza ação, segundo o nosso Mestre Antonio Sodré, que em Paz descanse, ensinou que Vermelho é Ver melhor e Terra é « + erra». Assim sempre se errará na Terra, a questão é perceber, agradecer e se propor a aprender e melhorar, neste intuito, Durga auxilia, protege, acolhe, ensina. O vermelhor na vestimenta indica que Durga irradia a sabedoria do equilíbrio da dinâmica do bem com o mal, mostrando, para aquele que a adora, os caminhos iluminados do aprimoramento e a ascensão na encarnação na Terra.

O tigre simboliza a força ilimitada. Durga montando majestosa no tigre indica que ela é mestra e dona da força ilimitada.

Os dezoito braços de Durga significam a força combinada das nove encarnações do deus Vishnu (que apareceu na Terra em diferentes tempos no passado). A décima encarnação, a Kalkin (um homem em um cavalo branco), ainda está por vir.

O som que emana da concha é o som sagrado da sílaba AUM, que é o som da criação. Uma concha em uma das mãos de Durga significa a conquista da harmonia entre o bem e o mal, o certo e o errado, o belo e o feio, em fim, a dialética da vida na Terra.

As armas nas mãos de Durga passam a idéia de que apenas um tipo de arma não é suficiente para a destruição de todos os tipos de inimigos. Por exemplo, orgulho precisa ser destruído pela humildade, o egoísmo pelo desapego e o prejuízo pelo auto-conhecimento.

03/11/2010

LAKSHMI


"Antes de mais nada, como nós vemos, este símbolo da Lakshmi representa,que uma pessoa que tem a Lakshmi deve ser muito generosa."

Shri Mataji Nirmala Devi - EUA - 2000



"Com uma mão, Ela está doando aos outros. Uma pessoa que é avarenta com Lakshmi é absolutamente contra o Princípio de Lakshmi. E uma pessoa avarenta assim nunca pode regozijar as bênçãos. E, gradualmente, ela começa a ficar cada vez mais pobre.
Quando você começa a dar com a mão esquerda, isso significa que você abriu a porta para sua Lakshmi entrar. Então, a graça de Lakshmi vem em você. E essa graça, como Lakshmi, também tem outro aspecto: que você deve dar proteção. Aquelas que são pessoas com dinheiro devem proteger deste jeito. Proteger quem? Proteger as pessoas que estão em dificuldades, pessoas que estão sofrendo muita crueldade, crianças órfãs que necessitam de sua ajuda. Tudo isso deve ser examinado cuidadosamente. E a proteção das pessoas que são dependentes de você. Então, isso tem que ser feito com a mão direita. Esse é o símbolo de Lakshmi.
E há duas mãos levantadas lá, que vocês viram, com o lótus cor de rosa. O lótus cor de rosa sugere que você deve ter amor no seu coração. Rosa é o símbolo do amor e da compaixão.
Como Eu disse antes a vocês também, uma pessoa que tem Lakshmi deve ter uma casa onde todo mundo é recebido. Como um lótus que recebe todos os insetos, mesmo os besouros que têm muitos espinhos. E o besouro vem e dorme a noite inteira muito confortavelmente. E o lótus fecha suas pétalas de forma que o besouro não tenha problemas para ficar confortável. Portanto, essas casas devem acolher os hóspedes, qualquer que seja o tipo deles. E eles devem ser tratados muito bem, como se os Deuses tivessem vindo à sua casa."
(...) "Outro símbolo muito importante é que Ela está em pé sobre um lótus. Está tudo glorificado, todos os belos lótus carregando-A. Mas o lótus sugere que Ela não lança nenhuma pressão, nenhum desequilíbrio, nenhum poder ao redor.
Mas nesses países onde as pessoas têm dinheiro, elas tentam lançar poder em tudo ao redor. E aquela que tem dinheiro se torna a pessoa mais poderosa. Tudo se transforma em poder, então. Dinheiro é poder, amor é poder. Esse poder não tem nenhuma divindade nele, mas é um poder de opressão e agressão e vaidade.
Todos esses símbolos da Lakshmi são muito convincentes. De modo que, hoje, quando dizemos que alguém tem dinheiro, ou algum país ou alguma nação, eles são exatamente o oposto do que eles deveriam ser. A razão é que eles não são iluminados.
Eles têm que ter luzes em seus corações, assim como nós vemos isso no Diwali, tem que haver a luz. E sem iluminação, essas pessoas ricas, assim chamadas Lakshmipatis, tornam-se insensatas. É por isso que tem que haver luz. Porque com Lakshmi, uma pessoa pode tornar-se completamente cega.
A assim chamada Lakshmi não lhe dá uma compreensão apropriada do que significa você ter dinheiro, você ser rico. O que isso significa? É por isso que a pessoa quer ter luzes. A menos e até que você tenha a luz da Divindade dentro de você, você não compreenderá o grande símbolo da Lakshmi.
Mas, na Sahaja Yoga, nós acreditamos que a Lakshmi deve se tornar Mahalakshmi. O homem tem que tornar-se um “homem maior”, maha-manava. O que isso significa? Que Ela tem que tornar-se a Mahalakshmi. Mahalakshmi é uma Divindade que torna você completamente satisfeito com o que quer que você tenha, completa satisfação.
Não apenas isso, mas você começa a pensar: “O que quer que eu tenha não é suficiente. Eu tenho que ter alguma outra coisa. Nem dinheiro, nem mais carros, nem mais televisões e objetos, mas eu tenho que ter alguma outra coisa que me dará a verdadeira satisfação.”
Você sabe que a lei da economia é que você nunca está satisfeito, nada é saciável. Então você segue comprando um e outro, e outro, e outro, e assim por diante. Mas, quando o Princípio de Mahalakshmi brilha em você, então você não quer mais. Você deseja dá-lo aos outros e você quer regozijar sua generosidade. Esse é o primeiro sinal de que você está se movendo agora de Lakshmi para Mahalakshmi.
Até o Princípio de Lakshmi, você estava cego. E o que quer que ele fosse, você estava pedindo mais coisas e mais coisas e mais coisas. Depois que isso termina, então você tem luz, iluminação. Quando você tiver feito todas as quatro coisas apropriadamente, isto é, generosidade, proteção, e hospitalidade e compaixão, então você começa a se envolver em outro modo de movimento, porque você sabe que nada traz satisfação, nada é saciável, correndo de uma coisa para outra, daquela para outra, daquela para outra."
(...) "E no caminho de Mahalakshmi, você pode encontrar outros tipos de personalidades. Porque se você tem a luz em seu coração, então você começa a ver que esse negócio de dinheiro não traz nenhuma satisfação. Você continua mudando de um para outro. Então você pensa: “O que nós devemos fazer?”
Com essa luz em seu coração, você descobre que você tem que seguir, agora, o Princípio de Mahalakshmi. Senão você estará perdido. Então, quando você pensa em Mahalakshmi, você começa a buscar, a buscar o caminho pelo qual você possa realmente ter uma verdadeira satisfação na vida."

http://www.sahajayoga.org.br



Oração





Lakshmi, Deusa da Fortuna e Abundância,

Das riquezas de Deus no alto,

Teus tesouros vindos do Sol

Derrame sobre nós!

Coração com a Luz sintonizado,

Poder para do céu trazer

Riqueza que o plano expande para todos os homens

Dos Mestres Ascensionados !

Afina nossa consciência com a tua!

Amplia nossa visão e faz-nos ver

Que a riqueza é para todos os de Fé

Que chamam Deus e pedem para o chamado descer.

Que desça nós, mandamos,

Farto MANÁ da mão de Deus com igualdade

Para que aqui como no alto,

Expressando Amor a Deus,

Recebamos Saúde, Força, Abundância e Prosperidade!

Assim seja e assim é!